VentOlhar

quando a ventania gira no meu entre olhar, um mundo de sensações se abre
sinto um embalo suave, uma força que me acolhe...
movendo-me em ondas...
retorno à essas palavras
as palavras lavram os caminhos para desejo guardado
elas me aguardavam silenciosas
teço esse emaranhando de ideias que o meu corpo pulsa ao pensar-te
sim. Penso-te com o corpo inteiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

sintOlhar

vin'Olhar

fome