Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010
percebendo as extensões de mim me pergunto: para onde seguir viagens longas sem rumo certo
me dão medo em meio a escuridão quase sucumbo há dor, muita dor pensamentos que fazem forma criam vida dentro de mim fantasmas criados, inventados revisitados morro
observo o caminho que meu espírito faz onde há sombra, há luz canto as palavras tropeçam na minha boca meu dentes, esbarram  o que fiz com a minha identidade? sigo na viagem respiro mais fundo vou mais profundo
profundezas minhas onde acabo? não sei...
o que decodifico?
o fim é preciso ter firmeza no viver sou forte? fraquezas... são muitas as que moram dentro de mim diante da minha derrota observo os erros foram muitas as tentativas de acerto
por certo... recebo a mudança sou convidada a mover-me sair do lugar comum morro, mais uma vez há muito a ser escrito correspondo meus pensamentos os mais íntimos desejos de movimento
movimentos... são os ventos que nascem de dentro dentro - entro nas entranhas estranha ja não me reconheço respiro cavo espaço velo zelo rezo por mim por to…