Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

espasmos

entre ventos
entro-me, rebento
adentro-me, soo tempo
percebo-me, atento-me

corpo... tento-me
atento-me no meu ar-elemento
dançando sedenta por um alento
rodopio em espasmos

corpo que me lança 
em silenciosos ensinamentos
A cor dei...fogo A terra me dei corpo Vem...tu... E me embaralhou nas águas Saudade é ausência que se manifesta nos meus elementos..