Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

escrituras

estou a dizer-me "escreva-te"

escrevo-me com letras inletráveis
num alfabeto de silêncio
compondo-me de palavras invisíveis

escrevo-me em frases não ditas
num corpo em curvas
silabando sons indecifráveis

escrevo-me em formas deformáveis
contornos esboçados
coordenando movimentos indançáveis

escrevo, inscrevo e transcrevo
em versos não retos
em rimas não ricas
em palavras desditas
em silêncios desfeitos

quando me escrevo
desfaço
refaço
transe-passo
nos versos que me são de dentro
e ainda assim, não os escrevo