Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012
então, somos reencontro
ao olhar dos outros, desesperanto

então, somos sons
a cidade babel, toca-nos

então, você me é história
silencio para te reter

tempo... quantas vidas para nos encontrar?
tantas travessias para nos contar

"você rouba-me a mim"


chama

Ando com vontade de escrever, contar-me em histórias. Por isso, lavro essas frases reconexas que trilham em busca de conexão com a voz de Elaeu.
Elaeu podes chegar, atravessar-me, inscrever-me e retornar-me em histórias de quando era linha pequenina das fagulhas do tempo.
Te aguardo.

maremim

crio meu porto de pacificações
do meu cais avisto atlânticas travessias
vislumbram-me novos índicos
aprendo-me em oceanias
quanto espaço cabe num coração?
em compasso
passo 
laço
me desfaço
retecendo os novos espaços
com tanta leveza o ar vira reza
inspiração é sopro que venta
e me acalanta a pele

há muitos ecos por isso entoo os silêncios
são tantos os eclipses que ser sol ja não me basta voou até ali: pasmar-me e ser diamante
voou ali, retornar-me em eclipses toda mulher tem um pouco de lua