Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

velha temporina

Imagem
"o respeito é uma licença"

eu que também sou velha, peço licença para respeitar esse caminhar










No dia em que Elaeu aprendera a caminhar, nuvem se fez.
Pé pós pés em chão que de tão delicado, se dissolveu
Elaeu e o seu Eu caminhante.
Elaeu passareava na terra, quanto mais caminhava mais Elaeu alinhava sua passada.
Elaeu olhava e o tempo com ela caminhava.
Os pés abriam-se. Dedos espaços sentiam o chão escorrer.
Elaeu aprendera a caminhar sem se deixar.
Elaeu dançandava, o chão ao pouco se elevava.
Elaeu ia profundo num mundo que só ela desconhecia.
Elaeu ia.

encontros com a temporina antiga que me habita
me ensina a ser mulher...

"diante de tantos quereres, silencio
mesmo desejosa, reconheço o vazio
hiatos que em silenciosos encantos me ensinam a enraizar
cria-me nos ecos dos meus pulsares
o corpo dilata, contrai e abstrai para aprender
com-o-fluir"

em mim

ecos
é cor
ecoração

silêncios




mãos no centro do peito
um vazio

sintoma-ar
senti o mar
dentro
entro
e lá no fundo
sua voz a ecoar

eu cá
neste porto coração
a única ação
é ecoar
o ar
que me habita