Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012
não existe gaiola pra pássaro-gente que nasceu pra voar
amar: é a musculação do coração.

i-atos

"há um ermo enorme dentro de mim" eu habito meus hiatos atos interiores vazios-luz que me circundam suspiros em busca de alívio o descompasso cabeça-coração silêncio para entrar aqui dentro é preciso escutar o pulso  não quero perguntas fico com as respostas meus gestos olhares preenchem os vazios que me habitam

re-tornos

Imagem

cirandas

cirandeações são as areias do coração ações que mandalam em direção mar de mim, parati partidas andanças, coloco-me na dança cirandeio olhar-miro-te-me-vejo para o amor, sem temor
atenção... silencio para ouvir  silêncio...coração guardiã que sou do meu primor-amor sereiamente... serena a mente olhos que serenam e preservam o pre-sente que apenas sente calmaria para saber receber e saber-se dar
"(...) No tempo em que estivera submersa ela via passar os pássaros. E parecia não eram aves mas peixes navegando em alto silêncio. Lá em cima deveria haver um rio e as nuvens eram a espuma de sua ondeação."
Trecho de Vinte e Zinco, de Mia Couto.